Com oncologia em casa, pacientes mantêm a rotina e ganham qualidade de vida

Oncologia em casaa

Lacon oferece quimioterapia oral na residência e apoio de nutricionistas e psicólogas para que os clientes recuperem suas funcionalidades

O avanço terapêutico em oncologia nos últimos anos, que propiciou quimioterápicos orais, terapias-alvo e imunoterapia, viabilizou o deslocamento do tratamento de clínicas e hospitais para a residência do paciente. 

A oncologia em casa é também resultado de uma nova abordagem sobre o câncer. O diagnóstico, antes entendido como uma grave ameaça à vida, agora segue o protocolo de doenças crônicas, embora a linha de cuidados seja muito específica e o acompanhamento pela equipe multidisciplinar, imprescindível.

“Com essa alternativa, o paciente tem mais  qualidade de vida e, muitas vezes, consegue continuar trabalhando, principalmente agora, que o home office é mais  aceito. Não o retiramos de seu ambiente normal”, explica a diretora de operações  do Grupo Laços Saúde, Bernardete Weber.

Na Lacon – Oncologia em Casa, empresa criada em uma parceria entre a Laços Saúde e o Centro de Combate ao Câncer, o paciente oncológico pode receber apoio desde o diagnóstico e a equipe multidisciplinar especializada em atenção domiciliar vai acompanhá-lo também durante e após o tratamento.

A enfermeira responsável pelo seu caso atua também como navegadora do cuidado,  articulando toda a equipe e acionando o médico ou hospital quando necessário. “Apesar do estigma, o câncer é uma doença com tratamento,  seja curativo ou paliativo. Com o cuidado em casa, vamos ajudar o paciente a manter a socialização, o lazer e sua rotina de refeições, contribuindo para a qualidade de vida e gerando um impacto terapêutico positivo.” 

Aliar o tratamento oncológico  ao cuidado domiciliar focado em bem-estar e apoio emocional muda também a perspectiva do paciente. “Mostramos que o câncer não precisa ser mais associado à morte e, em muitos casos, a recuperação de praticamente todas as funcionalidades é possível”, conclui Bernardete.